quarta-feira, 18 de junho de 2014

Cheiro de metal

O octenol é um produto da degradação de lipídios que está por toda a sua pele. Já se perguntou porque um corte nas mãos cheira “como um metal”, ou as suas mãos tem o cheiro “como o de um metal” quando manuseia uma peça metálica?
estrutura química da octenona
Íons metálicos são bons em facilitar o vai e vem de elétrons, e é isso o que eles fazem aqui. Os íons de ferro no seu sangue (ou os óxidos metálicos que estão na superfície do metal) catalisam a oxidação dos mesmos lipídios que se degradam a octenol, a algo um pouco mais oxidado (isto é, a octenona) – e o oxidante vem direto do ar. A octenona é a origem do cheio dos metais!
É claro, é necessário lipídios na pele para se obter o cheiro de octenona. Se você já sangrou um monte (e teve uma disposição rigorosamente científica, tendo clareza mental para notar o odor), você deve ter percebido que não tem muito cheiro. Um corte no dedo ou sangramento no nariz (ou arranhão no joelho se brincava quando criança), tem os aromas da octenona. Isto ocorre porque o sangue precisa se espalhar na superfície da pele para realizar a catálise.
Original (English) content from Molecule of the Day (http://scienceblogs.com/moleculeoftheday). Content translated with permission, but portuguese text not reviewed by the original author. Please do not distribute beyond this site without permission from both author and translator.
Postar um comentário